Dia Mundial da Água
Dia Mundial da Água

Água, um importante bem natural.

O Dia mundial da água surgiu da nossa necessidade de não somente manter esse recurso disponível como também do entendimento de sua vital importância para a nossa sobrevivência. Foi criando pela ONU em março de 1922 e neste dia é sempre discutido diversos temas que envolvem esse importante bem natural. Nesse mesmo dia foi então divulgado pela organização a “Declaração Universal dos Direitos da Água”. O texto apresenta uma série de medidas, sugestões e informações que visam despertar a consciência ecológica não só da população como também dos governantes para a questão da água.

Guardiões do Mar.

E vem sempre a pergunta, como devemos comemorar esta data? Não só hoje, mas também em todos os outros dias é nosso dever ter atitudes diárias que colaborem com a preservação desse bem. Diversas ONGs (Organizações Não Governamentais) também surgiram para ajudar a sociedade nesse trabalho tão importante. Mundialmente conhecido e com sede no Brasil em Porto Alegre, o Instituto Sea Shepherd Brasil – Guardiões do Mar integra a Sea Shepherd Conservation Society, baseada nos Estados Unidos que também tem escritórios na Austrália, Canadá, Inglaterra, Holanda, França e África do Sul.

Fundada em 1977, nos Estados Unidos, “pelos fundadores do Greenpeace, que, ao engajarem-se nesse novo projeto, criaram um movimento de caráter mais ágil, objetivo e ativista. Atualmente, a Sea Shepherd é considerada a ONG de proteção dos mares mais ativista do mundo e conta com a participação efetiva de milhares de voluntários em todo o planeta”. As atividades do instituto por aqui iniciaram em junho de 1999. “Desde a sua fundação o ISSB vem promovendo, defendendo e apoiando a preservação dos ecossistemas marinhos brasileiros. Diversas ações em parceria com outras ONGs, empresas e órgãos governamentais já foram desenvolvidas com sucesso. Entre estas, podemos citar atividades de educação ambiental, sobrevôos para monitoramento e fiscalização do litoral contra a pesca predatória, coordenação de equipes durante atividades de recuperação afetadas pelo derramamento de petróleo, ações civis públicas em defesa dos ecossistemas marinhos entre outras”.

Sem nenhum funcionário fixo ou assalariado, o Instituto Sea Shepherd Brasil depende do voluntariado. Que tal fazer parte desse time? Acesse http://seashepherd.org.br

Veja também: